Documentário da NetFlix vai fundo no que aconteceu ao time americano de luta Greco-Romana e a seu principal atleta.

Depois que Hollywood lançou  “Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo”, agora foi a vez da netflix produzir um documentário sobre a conturbada equipe americana de luta Greco-Romana e seu dono, o bilionário “John DuPont”. A produção hollywoodiana foi indicada a algumas categorias do Oscar e focou mais na relação entre o protagonistas da história. Já “Team Foxcatcher” vai mais a fundo no que aconteceu no lugar em que DuPont morava e a equipe treinava.

Na produção do canal de streaming, o roteiro prioriza toda a equipe e os seus principais integrantes. A narrativa mostra o ponto de vista dos integrantes da equipe sobre o assassinato de David Schultz (o principal nome da equipe dos EUA de luta livre da época). Quando aconteceu o ocorrido, Shultz tinha 37 anos e era muito querido pelos praticantes da modalidade. Ainda sobre a narrativa, a esposa de Shultz é levada depois de muito tempo ao local em que aconteceu a tragédia e relembra os fatos da década de 80. A produção tem nela seu fio condutor para dissecar a rotina de todos os atletas que conviviam com suas famílias dentro do rancho de Dupont.

maxresdefault

David Schultz, atleta da equipe Foxcatcher

 

Jonhn Dupont com a equipe Foxcatcher

Jonhn Dupont com a equipe Foxcatcher

E em falar em John Dupont, é muito bem contada toda sua obsessão em  ser idolatrado por algo, mesmo que seja através de outras pessoas. E foi na luta Greco-Romana que chegou perto que isso acontecesse, patrocinando toda uma equipe que treinava para mundiais e olimpíadas. Vale ressaltar que a modalidade na época não dispunha de muitos incentivos e coube ao bilionário investir para que dias melhores viessem. Porém, houve um custo grande por isso, que foi conviver com o comportamento fora do comum de uma pessoa que tinha problemas psicológicos.  Já perto do final percebe-se e é captado com maestria, a angustia dos integrantes da equipe, que moraram e treinaram na residência de uma pessoa, onde não se sabia o que esperar de seu comportamento. Deixando a pergunta no ar: seria possível evitar esse convívio tão conturbado, culminando em um assassinato?

Rico em detalhes, o documentário é um acerto dos produtores e da Netflix, oferecendo riqueza visual aos fatos da década de 80 e 90, fazendo o espectador na maioria das vezes ter a sensação de ser intimo e estar vivenciando o convívio junto aos integrantes da equipe.

Ficha Técnica

team-foxcatcher-2016-movie-poster-netflix-documentaryTEAM FOXCATCHER
Produção: Netflix
Gênero: Biografia, Documentário. Esporte
Data de Lançamento:29 de Abril de 2016
Tempo de Duração: 1h 30min
Direção: Jon Greenhalgh
SINOPSE:
Vídeos caseiros inéditos reconstroem a paranoia do milionário John E. du Pont e o assassinato do lutador olímpico David Schultz

Netflix | Team Foxcatcher (Crítica)
Direção
Roteiro
Montagem
Edição
4.0Pontuação geral
Avaliação do leitor: (2 Votos)

Comentários

comentários