NETFLIX | SPECTRAL (CRÍTICA)
Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia
Efeitos Especiais
3.6Pontuação geral
Avaliação do leitor: (1 Voto)

‘OBRA É A FUSÃO DE GEARS OF WAR COM BATALHA DE LOS ANGELES’

Imagine um cenário onde a personalidade explosiva de Michael Bay (Transformers) se misture com um sci-fi meio Invasão do Mundo: Batalha de Los Angeles. Imaginou? O resultado é Spectral, novo filme fruto da parceria entre Netflix e Legendary Pictures e do diretor estreante Nic Mathieu, que faz um Thriller de guerra com tudo que tem direito com uma pitada de ficção científica.

A proposta de Spectral é apresentada logo nos primeiros minutos, quando um soldado muito experiente que está em campo é assassinado por uma forma invisível, cujo corpo só pode ser visto usando um óculos especial. Sem muita enrolação, o engenheiro Dr. Clyde, responsável pelo óculos, se vê junto a dezenas de militares em uma força-tarefa para tentar identificar e neutralizar o que anda causando centenas de mortes na cidade.

Cenas de ação que mais lembram momentos do game Gears of War.

O que o diferencia de outros longas do gênero é o sci-fi na medida certa, mantendo o mistério das criaturas até o final do segundo ato. Até lá, o terror sobre o que você não pode ver é constante e, ao mesmo tempo, um espetáculo. A fusão do único raio de luz criado pelo engenheiro que pode ver os monstros, com o spectro que faz quando eles se movem, é de uma beleza surpreendente; os elementos químicos, quando fundidos e usados como armas, formam uma explosão de cores ao serem lançados; os closes nas armas especiais atirando em  slow motion deixam em cada take um suspiro; as cenas de ação que mais lembram momentos do game Gears of War com fantasmas, correria, explosões e desespero. É mais um exemplo que de direção de arte a Netflix confia e entende.

Diferente da qualidade gráfica, o mesmo não se pode dizer da trama, que,  apesar de simples, é muito previsível e desleixada. Em pouco mais de uma hora e quarenta minutos de filme, Spectral tem seu 1° e metade do 2° ato bem apresentados, porém corre para contar o restante da história e escolhe os caminhos mais fáceis para o protagonista terminar com final feliz. Fica a impressão de que o roteiro não sabia mais para onde ir e decidiu “jogar balõezinhos” com as soluções ao Dr. Clyde concluir a história. O desfecho é exatamente isso: óbvio e despretensioso.

Elementos químicos, quando fundidos e usados como armas, formam uma explosão de cores ao serem lançados.

Acostumados com filmes de mesma temática, o protagonista James Badge Dale (13 Horas: Soldados Secretos de Benghazi, Guerra Mundial Z) e o apoio Max Martini (13 Horas: Os Soldados de Benghazi, Círculo de Fogo) fazem um bom trabalho em ditar o ritmo do longa. Enquanto o engenheiro é o cérebro – o que pensa, constrói -, o soldado e sua equipe são o corpo, a execução. Não há muito o que esperar no quesito desenvolvimento de personagens, já que geralmente filmes com esse contexto são indistintos. A personagem de Emily Mortimer (A Invenção de Hugo Cabret), uma agente da CIA, no entanto, é a baixa no elenco. Ela não tem um propósito no filme e seu desfecho é sem sentido.

A estreia do diretor Nic Mathieu em longas, apesar de ter defeitos, é surpreendente. Spectral é uma obra simples, com o diferencial no sci-fi e na direção de arte. É uma mistura de personalidades de diretores e filmes que no final agrada como um bom e puro produto de entretenimento.

Ficha Técnica


SPECTRAL
Distribuidor: Netflix
Gênero: Ficção Científica, Thriller, Ação
Classificação Etária: 14 anos
Data de Lançamento:  09 de dezempro de 2016
Tempo de Duração: 1h e 48 min
Direção: Nic Mathieu
Roteiro: Ian Fried , John Gatins, George Nolfi
Produção: Jon Jashni, Thomas Tull, Guy Riedel
Diretor de Fotografia: Bojan Bazelli
Montador: Jason Ballantine
Diretor de Elenco: Zsolt Csutak

Elenco: James Badge Dale (Clyne), Bruce Greenwood (General Orland), Emily Mortimer (Fran Madison), Clayne Crawford (Sgt. Toll), Max Martini (Capt. Sessions), Ursula Parker (Sari), Gonzalo Menendez (Capitão Marco Cabrera), Ryan Robbins (Sgt. Comstock).

Sinopse:

Uma equipe de operações especiais é despachada para uma inesperada missão: lutar contra seres sobrenaturais agressivos que tomaram a cidade de Nova Iorque e ameaçam a sobrevivência de todos os humanos.

 

Comentários

comentários