Na noite dessa segunda-feira (18/07), a Cinemateca do MAM – Museu de Arte Moderna foi premiada com o lançamento do curta-metragem independente “Cinzas e Café”, escrito e dirigido por Daniel Gravelli e com a produção da Wallaroo Corp..

Com a casa lotada, a premiere foi apresentada pelo curador da Cinemateca Ricardo Cota, que com satisfação convidou, para subir ao palco, o diretor Daniel Gravelli, que por sua vez falou sobre da alegria em receber todos os convidados e abriu a sessão com o curta-metragem de suspense “Clara”, do diretor Helvécio Parente.

 

CINZAS_E_CAFE (1)

Cinemateca do MAM lotada para assistir “Cinzas e Café”

Após a exibição, os dois curtas foram muito aplaudidos e Daniel Gravelli convidou parte do elenco e produção presentes no evento, para subir ao palco e agradeceu a todos pelo trabalho realizado. Ainda para fechar a noite, a crítica de cinema Andrea Cursino (Cinema para Sempre) mediou o momento de entrevistas com os diretores de “Cinzas e Café” e “Clara”.

Daniel contou que escreveu o roteiro há alguns anos quando morava na França e a princípio a ideia era rodar o curta em uma cidade chamada Saint-Jean-de-luz, mas ao voltar para o Brasil foi convencido em tocar o projeto na cidade do Rio de Janeiro. O diretor relata ainda sobre os desafios para produzir o curta-metragem sem o patrocínio financeiro, porém destaca que este não foi o maior problema, mas sim o áudio. Segundo Gravelli, as gravações foram realizadas em diferentes locações externas, prejudicando a captação do áudio e tornando a pós-produção em um processo árduo, mas de muito aprendizado com o editor Dirceu Lustosa.

Parte do elenco e envolvidos com o curta-metragem de Daniel

Parte do elenco e envolvidos com o curta-metragem de Daniel Gravelli

Ainda na coletiva, o diretor do curta de suspense “Clara”, Helvécio Parente, conta sobre a vontade de fazer um filme sobre fantasmas e em um fim de semana surgiu a oportunidade em rodar o filme numa casa vazia de um amigo. Parente fala ainda sobre a trilha sonora, um dos pontos mais importantes do curta. Falando de trilha sonora, vale destacar que “Cinzas e Café” possuí duas músicas que foram compostas exclusivamente para o filme, uma delas homônima ao curta.

CINZAS_E_CAFE (8)

Andrea Cursino (Cinema para Sempre), Daniel Gravelli (Cinzas e Café) e Helvécio Parente (Clara)

Cursino fechou a coletiva com um debate sobre a importância da produção e divulgação de Curta-Metragem no Brasil e afirma que o curta-metragem possibilita aprendizagem aos novos diretores e visibilidade a atores desconhecidos do grande público.

Comentários

comentários