WIFI RALPH - QUEBRANDO A INTERNET | CRÍTICA
Roteiro
Direção
Enredo
Fotografia
Trilha Sonora
4.0Pontuação geral
Avaliação do leitor: (1 Voto)

Mensagem para todas as idades

Por Fernando Teixeira

Um coisa que todos nós precisamos admitir é que a Disney sabe fazer animação. Com WiFi Ralph – Quebrando a Internet não é diferente. O filme conta a continuação da amizade criada entre Ralph e Vanellope (personagens de jogos de fliperama dos anos 80) no primeiro filme da franquia “Detona Ralph”. E esse é o principal ponto que o longa animado aborda: a “amizade” dos dois personagens e sua forma abusiva por parte de Ralph.

Tudo na animação é bem feito, a calma para trabalhar a angústia de Vanellope pela rotina de já saber tudo que acontece no seu jogo e a busca pelo “novo” e a insistência de Ralph pela continuação de sua vida normal de destruir e beber seu refrigerante e a sua insegurança pela mudança. O ponto crucial está aqui, como manter uma amizade entre quem busca o “novo” e quem não quer “mudar” nada da sua rotina?  E essa resposta vem no filme de uma forma clara:

“É preciso deixar as pessoas livres para crescerem em seu próprio universo” 

WiFi Ralph – Quebrando a Internet  vai além de uma simples animação, é sobre relacionamentos abusivos, sobre o forte movimento do empoderamento feminino com todas as princesas da Disney demonstrando sua “tediosa” rotina por todos acharem que elas precisam que alguém as salvem ou que elas são vulneráveis. A Disney traz uma mensagem atual em um filme animado para todas as idades, não importa, a mensagem está ali para mostrar que não há mas espaço para relacionamentos abusivos. 

Todo universo criado pelos diretores Rich Moore e Phil Johnston é incrível, conseguem mostrar como seria a internet se fosse um mundo “real”, onde as pessoas navegam por carros voadores, entram em gigantescos prédios de empresas como Google, Facebook, Instagram e isso funciona bem, porque não te faz pensar que isso não seria a melhor forma de demonstrar o que nós vivemos no dia a dia.

Dentro desse universo, os diretores conseguiram mostram a futilidade humana pela busca de likes, a rotina por vídeos que são tratados como “engraçados”, mas que só mostram o quanto caminhamos por um momento muito solitário, onde o que vemos como “graça” a nossa própria solidão, nossa compras fúteis pela internet e piadas sobre abelhas (assistam o filme para entender essa parte). 

Podemos concluir que Ralph Wi-Fi – Quebrando a Internet,  é uma animação completa, divertida, com um universo muito bem desenvolvido e trabalhado de uma forma objetiva, plana, sem atropelar os atos (mesmo que em algumas partes pareçam fáceis demais as respostas, mas para um filme infantil, não penso que a intenção dos diretores era o contrário) e que funciona bem no 3D.  

Enfim, vão ao cinema e não saiam antes dos créditos, pois a cena pós créditos é muito divertida!

Ficha Técnica

WIFI RALPH – QUEBRANDO A INTERNET (Ralph Breaks the Internet)
Distribuidora: Walt Disney Studios Motion Pictures
Gênero: Animação, Comédia, Aventura
Classificação Etária: Livre
Data de Lançamento: 03 de Janeiro de 2019
Tempo de Duração: 1h 58 min
Direção:  Rich Moore, Phil Johnston

Roteiro :  Phil Johnston, Pamela Ribon
Elenco: John C. Reilly, Sarah Silverman, Jack McBrayer, Jane Lynch, Alan Tudyk, James Corden.

Comentários

comentários