CRÍTICA | UMA FAMÍLIA DE DOIS
Roteiro
Atuação
Fotografia
Trama
Trilha Sonora
4.5Pontuação geral
Avaliação do leitor: (1 Voto)

‘EMOCIONANTE PARA TODA FAMÍLIA’

Uma releitura de “Não aceitamos devoluções”, esse é mais um daqueles filmes que você vê em cartaz e pensa “Ah, eu não quero assistir isso”. E é justamente essa visão que você precisa tirar da sua cabeça. Uma Familia de Dois é um filme incrivelmente bonito, que consegue arrancar algumas lágrimas e emocionar durante por duas horas. Arrisco dizer que, após a sessão, você ainda irá parar alguns segundos para absorver a carga emocional que o longa apresenta.

Samuel (Omar Sy) levava sua vida sem grandes preocupações, sempre solteiro e curtindo festas em iates com várias mulheres, bebidas e dinheiro. Até que Kristin (Clémence Poésy), uma mulher com quem ele dormiu em uma dessas farras, aparece à sua porta com um bebê que diz ser sua filha. Sem entender muito bem a situação, e com um bebê nas mãos, Sam precisa devolver a criança para a mãe e parte para Londres para encontrá-la após ela ter os abandonado. Uma tentativa falha, pois Kristin simplesmente some, e Sam se vê obrigado a cuidar de Gloria.

Os anos se passam e Samuel aprende de forma dura a ser um pai responsável e amoroso, com a ajuda de Bernie (Antoine Bertrand) que os dá abrigo e um emprego de dublê. Gloria cresce e leva uma vida dos sonhos, e todos os dias recebe e-mails de sua mãe, o que alimenta ainda mais a vontade de conhecê-la. Mas o que ela menos imagina é que Samuel envia esses e-mails para que ela não saiba o quão terrível foi a situação de abandono que sofrera. Então, após 8 anos, Kristin diz que está voltando para conhecer a filha e é aí que se desenrola a trama do filme.

A trama é envolvente e o roteiro bem trabalhado, uma mistura eficaz de humor e drama, assim como em Os Intocáveis (2011). Omar Sy soube dar vida ao personagem Samuel, e todas as atuações foram de boas para excelentes. Logo de início, já somos questionados quanto aos nossos medos e o que queremos dessa vida, quais nossos sonhos e expectativas, e essa é uma visão que o filme nos apresenta todo o tempo. Samuel não mede esforços para ter uma vida feliz, e, principalmente, para que Gloria tenha uma vida dos sonhos, como ele não teve em sua infância. Como uma boa obra francês, os momentos cômicos são leves e bem pontuais, quebrando um pouco da carga dramática, que do meio para o final é bem forte, fazendo qualquer espectador se identificar com os fatos e ficar comovido com a relação familiar do filme.

A trilha sonora é um misto de pop, rock e músicas mais clássicas nos momentos dramáticos da trama, e a fotografia é também um dos pontos altos do filme. Tudo foi construído para dar a sensação familiar e de proximidade entre os personagens, muito colorido e intimista, o que aumenta a sensação de empatia – em vários momentos você se coloca no lugar de um personagem e se indaga qual seria a melhor solução para cada situação.

Se engana quem acha que Uma Família de Dois é mais do mesmo. O longa de Hugo Gélin (A Gaiola Dourada, 2013) traz um toque doce que falta atualmente no cinema. O ‘plot twist’ do filme é genial e emocionante, levando a crer numa realidade que, na verdade, não é nada daquilo que imaginávamos. É um drama para assistir com toda a família e amigos, que vai te fazer refletir por algumas horas sobre o sentido que você dá à sua vida e o valor que emprega aos bens materiais e os momentos felizes e tristes que teve durante a vida.

Ficha Técnica

UMA FAMÍLIA DE DOIS (Demain tout commence)
Distribuidor: Paris Fimes
Gênero: Drama
Classificação Etária:  12 anos
Data de Lançamento:  6 de Julho de 2017 (Brasil)
Tempo de Duração: 1h e 58 minutos
Direção: Hugo Gélin
Roteiro: Hugo Gélin, Jean André-Yeles 
Produção: Philippe Rousselet, Christopher Granier-Deferre

Elenco: Omar Sy (Samuel), Clémence Poésey (Kristin), Antoine Bertrand (Bernie), Ashley Walters (Lowell), Gloria Colston (Gloria)

Sinopse: Samuel é um homem sem preocupações, tem o emprego dos sonhos, mulheres e dinheiro. Eis que tudo muda quando uma mulher aparece à sua porta com um bebê que ela diz ser seu, e agora Samuel precisa mudar completamente sua vida para cuidar de sua filha.

Comentários

comentários