Um avião a 4.600 m de altitude, uma revoada de Gansos – do Canadá, duas turbinas em chamas e o Rio Hudson como única opção de pouso. Uma cena assustadora e fatal que, graças a competência do piloto, não se transformou em mais uma tragédia aérea na história de Nova Iorque. Todo esse enredo é o novo pano de fundo de mais um trabalho do premiado ator e diretor Clint Eastwood (Menina de Ouro, Invictus, Sniper Americano), com Tom Hanks (Forrest Gump – O Contador de Histórias, O Resgate do Soldado Ryan, Ponte de Espiões, Inferno)  no papel principal, desempenhado com competência e demonstrando a melhor faceta da sua qualidade.

078651

Clint Eastwood dirige o filme

Baseado no livro de Highest Duty, o filme começa no dia 15 de janeiro de 2009, quando o piloto Chesley Sullenberger (Tom Hanks), conhecido como Sully, seu co-piloto Jeff Skiles (Aaron Eckhart) e três aeromoças, responsáveis pelo voo US Airways 1549, decolam do aeroporto de La Guardia, Nova Iorque, com destino ao aeroporto de Charlotte/Douglas, Carolina do Norte, com uma escala no aeroporto Internacional de Seattle-Tacoma, Washington DC. Seis minutos após a decolagem, sobrevoando o Rio Hudson, o Airbus A320 foi pego de surpresa por um bando de gansos do Canadá, atrapalhando a visibilidade da tripulação e transformando as duas turbinas do avião em bolas de fogo.

Assim que percebe que seu avião tinha parado de funcionar no ar, Sully e seu co-piloto Jeff, entram em contato com a torre de comando e resolvem tentar aterrissar no Rio Hudson, depois que a opção de  voltar para o aeroporto de partida é descartada por falta de visibilidade. Mesmo com a reprovação da torre, Sully coloca toda a sua experiência de pilotagem em prática e consegue pousar o avião nas águas geladas do Hudson, salvando os 150 passageiros e os cinco tripulantes.

Como previsto, o fato teve repercussão nacional e Sully considerado o mais novo herói americano, teve toda a sua vida sendo observada de perto e invadida pela imprensa. Sendo esse, justamente o foco dado pelo diretor Clint Eastwood no filme Sully: Herói do Rio Hudson. A consequência do acidente na sua vida profissional e pessoal, a vigilância por parte da imprensa, a angustia do personagem, os pesadelos e principalmente o título de herói americano que ele insiste em recusar.

Tom Hanks é o piloto Chesley Sullenberger (Sully) na história

Tom Hanks é o piloto Chesley Sullenberger (Sully) na história

A direção inclusive, é um show a parte, com toda a sua experiência e qualidade, o diretor consegue capturar a atenção dos telespectadores, mesmo tendo que repetir temas e situações ao longo de um filme com um pouco mais de 90 minutos. Com um inicio tenso, que se transforma em uma produção investigativa e um personagem humanizado, graças a escolha de Tom Hanks, que adquiriu a empatia imediata do público, e a recusa íntima em se considerar um herói, demonstrada na cena em que descobre que conseguiu salvar a todos.

O esperado pouso do acidente só aparece por inteiro na metade do filme, sendo retratado de forma gloriosa e tensa, bem parecido tecnicamente com a sequência do tsunami em “Além da Vida”, também assinado por Clint Eastwood. Durante todo o filme, podemos acompanhar o julgamento do piloto Sully e do co-piloto Jeff pelos órgãos americanos de aviação. E a grande questão do filme, acaba sendo: A maquina X o feeling humano (que ainda é superior e ajudou o piloto a pousar com sucesso e salvar vidas).

Apesar do tom sombrio e tenso durante boa parte do filme, no final o diretor se rende ao sentimentalismo, com a homenagem aos passageiros e suas questões familiares. Com um roteiro fechado, sem muita liberdade para criação e para uma outra forma de contar a história, é a visão e a qualidade de Clint Eastwood que faz a diferença, transformando o filme em um grande concorrente ao Oscar.

Ficha Técnica

012005SULLY: O HERÓI DO RIO HUDSON (SULLY)
Distribuidor/ Produtora: Warner
Gênero: Drama
Classificação Etária: 16 anos
Data de Lançamento:
Tempo de Duração: 1h e 36 minutos
Direção: Clint Eastwood
Roteiro: Todd Komarnicki
Produção: Clint Eastwood, Frank Marshall, Allyn Stewart, Gary Goetzman, Robert Lorenz, Kathleen Kennedy e Kipp Nelson

Elenco: : Tom Hanks, Aaron Eckhart, Laura Linney, Anna Gunn, Autumn Reeser, Jerry Ferrara, Sam Huntington, Holt McCallany, Chris Bauer, Leslie Castay, Jeff Kober, Max Adler, Valerie Mahaffey, Tracee Chimo, Brett Rice, Robert Pralgo, Doris McCarthy, Jeremy Luke, Grant Roberts, Mike O’Malley e Jamey Sheridan.

Sinopse:

15 de janeiro de 2009. Logo após decolar do aeroporto de LaGuardia, em Nova York, uma revoada de pássaros atinge as turbinas do avião pilotado por Chesley “Sully” Sullenberger (Tom Hanks). Com o avião seriamente danificado, Sully não vê outra alternativa senão fazer um pouso forçado em pleno rio Hudson. A iniciativa é bem sucedida, com todos os 150 passageiros a bordo sendo salvos. Tal situação logo transforma Sully em um grande herói nacional, o que não o isenta de enfrentar um rigoroso julgamento interno coordenado pela agência de regulação aérea nos Estados Unidos

CRÍTICA | SULLY: O HERÓI DO RIO HUDSON
Direção
Roteiro
Elenco
Efeitos Especiais
4.8Pontuação geral
Avaliação do leitor: (0 Votos)

Comentários

comentários