BASEADO NO LIVRO DE JEANNE RYAN

Baseado no livro de Jeanne Ryan, o filme Nerve, dirigido por Henry Joost e Ariel Schulm (Atividade Paranormal 4) é mais um dos milhões de filmes que falam sobre Hackers e jogos “proibidos” pela lei. Sem nada de muito especial e diferenciado, Nerve deixa a desejar em diversos aspectos, porém ainda assim prende a atenção do telespectador.

286783.jpg-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Never, mais um filme que fala sobre “Hackers”

A trama conta a história de Vee (Emma Roberts – American Horror Story), uma garota comum sem muita vida social, que resolve jogar o tão falado Nerve, um jogo virtual de “Verdade ou Desafio”, que é acompanhado por vários usuários online. Ela se envolve tanto com os desafios do jogos que, juntamente com Ian (Dave Franco – Vizinhos), acaba se tornando famosa entre os jogadores,o que lembra muito a franquia Jogos Vorazes.

Com o roteiro extremamente fraco, o filme acaba se tornando previsível. Os diálogos entre os personagens são do mais profundo clichê e suas personalidades são absurdamente limitadas ao padrão de filmes hollywoodianos que falam sobre o sonho americano e em como os demais que não se encaixam nesse padrão se sentem.  A premissa do filme é interessante e isso o torna divertido de assistir, mas o seu desenrolar maçante deixa o espectador cansado esperando por alguma cena que o choque.

A química entre Dave Franco e Emma Roberts é nítida. Com muito esforço, Emma tenta dar emoção a sua personagem, porém a mesma não tem nada que a diferencie das demais personagens adolescentes incompreendidas. Dave Franco vem melhorando bastante ao longo de seus filmes, porém em Nerve deixou a desejar. Nota-se que seu personagem não foi bem trabalhado e o que era pra ser um “mentiroso em redenção” acabou tornando-se um “adolescente mimado”, que queria limpar a burrada que fez no passado.

Dave Franco e Emma Roberts em cena

Dave Franco e Emma Roberts em cena

Juliette Lewis (Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador) também esta no elenco e foi completamente descartável. Se tirassem todas as suas cenas do filme, ainda assim  seria do mesmo jeito, o que foi um total erro em limitar uma atriz tão boa em um papel tão pequeno e vazio. O restante do elenco se torna coadjuvante logo no início do filme e a história se volta somente para Vee e Ian. Porém, ao avançar das cenas, os amigos de Vee se tornam cruciais para que o filme se desenvolva.

A montagem de cena em alguns momentos se torna confusa com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo. Se a direção e roteiro fossem mais audaciosos e se arriscassem mais, o filme poderia se tornar um grande blockbuster.  Para aqueles que procuram um filme para assistir sem nenhuma pretensão, Nerve – Um Jogo Sem Regras é uma excelente escolha.

Ficha Técnica

213173
NERVE – UM JOGO SEM REGRAS (Nerve)
Distribuidor/ Produtora: Paris Filmes
Gênero: Suspense
Classificação Etária: 12 anos
Data de Lançamento:  25 de agosto de 2016
Tempo de Duração: 96 minutos
Direção: Henry Joost e Ariel Schulman
Roteiro:
Jessica Sharzer

Elenco:
Emma Roberts, Dave Franco e Juliette Lewis

Sinopse

Vee, uma jovem sem muita vida social, resolve entrar no Nerve, um jogo virtual de “Verdade ou Desafio” que é acompanhado por vários usuários online. No começo, tudo é diversão e pequenos desafios – e a jovem até se torna famosa pelos feitos – mas logo ela se torna vítima de um roubo de identidade pelos organizadores dos jogos. Ao lado de Ian, ela deverá fazer de tudo para conseguir ter sua vida de volta.

CRÍTICA | NERVE – UM JOGO SEM REGRAS
Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia
Trilha Sonora
3.9Pontuação geral
Avaliação do leitor: (1 Voto)

Comentários

comentários