CRÍTICA | KONG: A ILHA DA CAVEIRA
Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia
Trilha Sonora
3.8Pontuação geral
Avaliação do leitor: (0 Votos)

‘PROMETE DIVERTIR AO PÚBLICO’

King Kong está de volta às telonas depois de 12 anos com Kong: A Ilha de Caveira. Seu último filme havia sido, em 2005, dirigido por Peter Jackson (saga Senhor dos Anéis), e não foi muito bem aceito tanto pela crítica quanto pelo público, então, o receio de ver o gigante novamente no cinema era grande. O estúdio está tentando construir um universo de monstros para futuros projetos e começa com o pé direito com o “rei dos macacos” que foi bem respeitado e apresentado em um filme pipoca.

A história conta sobre uma expedição de mapeamento a uma ilha nunca explorada no fim da guerra do Vietnã, mas como pretexto para cientistas investigarem a possível existência de monstros. O grupo é formado por cientistas, exploradores e soldados recém-saídos da guerra que ao chegarem causam um desequilíbrio no ambiente, são atacados e tentam escapar da ilha.

King Kong está de volta às telonas depois de 12 anos.

O filme não peca por tentar ser algo que não é, e se define bem como um blockbuster de ação e aventura com monstros. Mas ao mesmo tempo flerta com o gênero de guerra e traz um questionamento presente na guerra do Vietnã como “quem é o verdadeiro vilão?” O personagem de Samuel L. Jackson (Vingadores: Era de Ultron, 2015) mostra bem isso, sendo ele um coronel que não quer abandonar a batalha.

O elenco conta com diversos outros grandes nomes como John Goodman (O Grande Lebowski, 1998), Tom Hiddleston (Os Vingadores, 2012), Brie Larson (O Quarto de Jack, 2015), que vão muito bem em seus papéis, mas o destaque fica com John C. Reily (Chicago, 2002) que faz um sobrevivente da ilha e momentos tragicômicos e Toby Kebbel (Warcraft – O Primeiro Encontro de Dois Mundos, 2016) que faz um dos soldados, mas também interpreta um excelente Kong com um visual de tirar o fôlego. Os papéis secundários, como dos soldados, também contam com um ótimo elenco, mesmo que mais desconhecidos os atores fizeram jus a terem sido escolhidos em um filme grande.

Tom Hiddleston e Brie Larson vão muito bem em seus papéis.

A direção ficou nas mãos de Jordan Vogt-Roberts (Os Reis do Verão, 2013) que fez um bom trabalho em seu primeiro grande filme. Trouxe cenas de tirar o folego, como a primeira aparição de Kong e não perdeu a mão com o decorrer. Se passando nos anos 70 a produção se preocupou com pequenos detalhes que transportam o espectador para a época e clima, mesmo ambientado em uma ilha isolada da civilização. Detalhes como a câmera que a personagem de Brie Larson utiliza, as armas e roupas do soldados e até um bobble head do presidente Nixon. Mas o destaque fica com a trilha sonora repleta de clássicos como “Paranoid” de Black Sabbath, “Ziggy Stardust” de David Bowie, “Bad Moon Rising” de Creedence Clearwater Revival e “Brother” de Jorge Ben Jor.

O estúdio busca criar sua franquia e universo de monstros e isso é bem mostrado em Kong: A Ilha de Caveira, com diversas outras criaturas com um visual muito interessante, se misturando a vegetação e design diferente. A ilha tem um ar de Julio Verne e é palco de uma ótima aventura com muita ação, um grande elenco e um Kong que rouba a cena. O filme dá um bom pontapé inicial no universo e promete divertir o público.

Ficha Técnica


KONG: A ILHA DA CAVEIRA (Kong: Skull Island)
Distribuidor: Warner Bros
Gênero: Aventura, Fantasia, Ação
Classificação etária: 12 anos
Data de Lançamento: 09 de Março de 2017
Tempo de Duração: 1h 58 min
Direção: Jordan Vogt-Roberts
Roteiro:Dan Gilroy, Max Borenstein, Derek Connolly, John Gatins
Produção: Thomas Tull, Jon Jashni, Mary Parent, Alex García
Trilha Sonora: Henry Jackman
Fotografia: Larry Fong
Montador Chefe: Richard Pearson
Efeitos Visuais: Jeff White

Elenco:Tom Hiddleston (James Conrad), Brie Larson (Mason Weaver), Samuel L. Jackson (Preston Packard), John Goodman (Bill Randa), John C. Reily (Hank Marlow), Toby Kebbel (Jack Chapman/ Kong Mo Cap Services), Jason Mitchel (Mills), Corey Hawkins (Houston Brooks), Jing Tian (San), Shea Whigham (Cole), Thomas Mann (Slivko), John Ortiz (Victor Nieves).

Sinopse:
Um ex-militar viaja com um grupo de desbravadores até a mítica Ilha da Caveira, onde seu irmão desapareceu enquanto procurava o Titan, soro que teria o poder de curar todas as doenças. Além de resgatar o irmão, o homem irá enfrentar as criaturas que habitam o local. A equipe de exploradores se aventura nas profundezas da ilha desconhecida no Pacífico, que é tão bonito quanto traiçoeira, sem saber que estão atravessando para o domínio do mítico Kong.

Comentários

comentários