CRÍTICA | FALLEN
Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia
Efeitos Especiais
3.3Pontuação geral
Avaliação do leitor: (2 Votos)

‘BASEADO NO BEST SELLER DE LAUREN KATE, “FALLEN” É O 1° DE CINCO FILMES PLANEJADOS’

Em tempos de Crepúsculo, saga de livros de sucesso transformada em filmes, os romances adolescentes tem ganho cada vez mais popularidade. Pegando carona na onda de Stephenie Meyer, a indústria cinematográfica adaptou séries como Dezesseis Luas (2013), Os Instrumentos Mortais – Cidade dos Ossos (2013), e agora, Fallen.

“Fallen” é mais um romance adolescente que chega aos cinemas

É inegável que as histórias têm similaridades entre si: a garota pouco popular e incompreendida chega em um ambiente novo e se interessa – aparentemente sem motivo algum, pelo bonitão misterioso do lugar. Como em Crepúsculo, o romance entre o casal principal é exagerado, dramático, e a paixão avassaladora entre os dois é repentina. Até mesmo o conhecido discurso do “fique longe de mim, sou perigoso” está lá. Fallen, porém, ao menos fornece uma explicação para o súbito amor entre os protagonistas.

Baseado no best seller de Lauren Kate, de mesmo nome, o longa é o primeiro de cinco filmes planejados, e introduz uma história de amor cujo destino pode definir o resultado da maior guerra que já houve: Paraíso vs. Inferno. Após ser acusada pela misteriosa morte de um rapaz e diagnosticada com transtornos mentais, Lucinda “Luce” Price (Addison Timlin) é enviada para a rígida escola/reformatório Sword & Cross, onde conhece o enigmático Daniel (Jeremy Irvine). Sem saber de sua verdadeira natureza – Daniel é, na verdade, um anjo caído com quem vive um romance de milênios; Luce começa a perceber que suas frequentes alucinações estão ligadas ao seu passado, e luta para descobrir o que puder a respeito. Em meio a tudo isso, a garota se aproxima de Cam Briel (Harrison Gilbertson), um anjo rebelde, com a personalidade completamente oposta à do protagonista masculino (o que seria das sagas sem os triângulos amorosos!).

Com duração de uma hora e meia, o filme é curto e não abre margem para que os personagens secundários e o reformatório em si sejam explorados. É como se nada pudesse distrair o espectador do romance e da guerra celestial. É uma pena, uma vez que as diferentes personalidades de cada um e as particularidades da própria escola estão entre as características mais interessantes do livro.

O reformatório não é muito explorado na história

O elenco, formado por atores jovens e praticamente desconhecidos,  não faz feio, mas também não impressiona. Talvez a personagem mais carismática seja Penn (Lola Kirke), a esquisita, porém fiel amiga de Luce. O relacionamento entre as duas, aliás, soa mais verdadeiro do que o romance entre o casal principal (sem química alguma), com direito ao momento mais tocante de todo o longa. A força das amizades femininas raramente tem destaque em filmes e livros, e a cumplicidade entre Luce e Penn é muito bem trabalhada.

A revelação da verdadeira forma dos anjos é, é claro, o momento mais esperado pelos fãs da saga, mas acontece sem grandes mistérios, em uma cena sem emoção. Embora os efeitos não sejam grandiosos, porém, a produção ganha pontos ao apostar em asas que parecem feitas de luz, criando uma estética diferente e interessante. Enquanto adaptação, Fallen apresenta um roteiro fraco e deixa a desejar, sem construir um plano de fundo sólido para a história principal. A impressão que fica é a de que o filme é o primeiro episódio de uma série: sem grandes explicações ou desenvolvimento, só está ali para situar o público no que está por vir. Resta saber se as sequências irão compensar o problema.

ficha técnica

FALLEN
Distribuidor: H2O Filmes
Gênero: Romance
Classificação Etária: 16 anos
Data de Lançamento: 08 de dezembro de 2016
Tempo de Duração: 1h e 32 minutos
Direção: Scott Hicks
Roteiro: Nichole Millard, Kathryn Price, Michael Ross
Produção: Mark Ciardi; Gordon Gray,Bill Johnson, Jim Seibel

Elenco: : Addison Timlin (Luce Price); Jeremy Irvine (Daniel Grigori), Harrison Gilbertson (Cam Briel), Daisy Head (Arriane), Lola Kirke (Penn)

Sinopse:

Após ser acusada pela misteriosa morte de um rapaz com quem estava envolvida, Luce Price é enviada para um reformatório, onde conhece o misterioso Daniel Grigori. Apaixonada, Luce logo descobre que pode haver uma ligação entre o rapaz e suas constantes “alucinações”.

Comentários

comentários