“Tudo seria mais fácil se deixássemos o vento carregar parte do nosso medo”

Produzir um filme no Brasil é sempre um grande desafio, ainda mais quando é independente e não tem o patrocínio público, de empresas ou o apoio das grandes produtoras como a Globo Filmes. A verdade é que os obstáculos acabam determinando um cinema mais autoral e menos comercial.

“Cinzas e Café” é um curta-metragem independente que se encaixa nesse cinema que se permite um olhar mais autoral. O filme apresenta a amizade de Júlia, Vanessa, Barbara e Antônia, que em meio ao cotidiano, são impactadas por uma notícia dramática, mas não deixam a “peteca” cair e vivem dias intensos e de muito amor.

As quatros amigas: Júlia, Vanessa, Barbara e Antônia. Foto: Rodrigo Molina

As quatros amigas: Júlia, Vanessa, Barbara e Antônia. Foto: Rodrigo Molina

O Curta é dirigido e roteirizado por Daniel Gravelli, que apresenta uma boa história e consegue sintetizá-la de forma eficiente em apenas vinte minutos.  O interessante é que o diretor desenvolveu muito bem as personalidades e histórias de cada uma das quatro amigas de forma equilibrada e com um propósito bem definido, no qual podemos assistir claramente no fim do filme, em que a maior parte dos atores captaram muito bem a essência do trabalho de Gravelli.

O Elenco é formado pelos atores Helga Nemeczyk, Andréa Schiavone, Michele Capri, Adriana Rabelo, Erom Cordeiro, André Ramiro, Gustavo Maranhão, Neuza Rodrigues e a participação do ator francês Did Raychal. A maior parte do elenco foi muito bem, mas vale destacar a atuação de Helga Nemeczyk (Barbara), e André Ramiro (garçon), que proporcionaram um alívio cômico bem temperado.  A atriz Andréa Schiavoni interpreta Júlia, personagem que move a trama e teve uma atuação abaixo do restante do elenco, mas não comprometeu o trabalho, que possuí boa pós-produção.

O diretor Daniel Gravelli com o ator André Ramiro.

O diretor Daniel Gravelli com o ator André Ramiro. Foto: Rodrigo Molina

No quesito parte técnica é possível ver o capricho da produção desse curta. “Cinzas e Café” foi gravado em várias locações e com isso as cenas são enriquecidas. A fotografia assinada por Anderson H. Soares é bem limpa, agradável, proporcionando o deslumbre do todo e em determinados takes prioriza as belezas naturais do Rio de Janeiro. Um dos desafios da pós-produção, relatados pelo diretor, foi o áudio do filme, prejudicado em detrimento ao visual, mas que passou por um trabalho minucioso de mixagem e edição de Lincoln Zani, que apresentou um trabalho final muito bom. Tratando-se de edição e finalização, Dirceu Lustosa (Somos Tão Jovens) fez um excelente trabalho, no qual o próprio Daniel diz que aprendeu muito acompanhando todo o processo.  Em um filme, a trilha sonora é de extrema importância, porque dita o ritmo e precisa casar bem com as nuances da história. Gravelli nos apresenta boas escolhas de músicas e vale destacar duas músicas produzidas exclusivamente para o curta: Cinzas e Café (Marcela Lejambre) e Not At All (Own Eerie).

“Cinzas e Café” é um curta-metragem independente, que contou com apoio, mas não o financeiro. Daniel Gravelli consegue entregar um bom material, bem pensado e equilibrado em apenas vinte minutos.  Com patrocínio tem tudo para virar um longa-metragem e foi exatamente com esse sentimento que todos saíram da exibição do filme. “Tudo seria mais fácil se deixássemos o vento carregar parte do nosso medo”. Com essa frase presente no curta, torço para que os grandes patrocinadores deixem o vento carregar parte de seus medos, invistam em curtas-metragens e em um já tão esperado longa chamado “Cinzas e Café”.

Ficha Técnica

cinzas_e_cafe_poster_alta

CINZAS E CAFÉ
Roteiro e direção: Daniel Gravelli
Realização: Wallaroo Corp., Daniel Gravelli e Andréa Schiavone
Produção Executiva: Daniel Gravelli e Andrea Schiavone
Produção: Andrea Schiavone, Daniel Gravelli, Michele Capri e Paulo Olivera
Produtores associados: Aimée Borges, Rodrigo Zingano e Wladymir Serrano
Assistente de direção: Marina Tolipan
Coordenação de Produção: Paulo Olivera
Assistente de produção: Sergio Natal
Diretor de Fotografia: Anderson H. Soares
Câmeras: Fabio Fantauzzi e Did Raychal
Assistente de câmera: Marcela Alves
Fotógrafo Still: Rodrigo Molina
Steadycam: Neto Favaron
Operador de Audio: Leandro Peska
Eletricista: Allan Marinho
Direção de arte: Jerry Gilli
Figurinista: Helida Serimarco
Assistente de figurino: Michele Kisiolar
Maquiagem: Gabriela Castro e Silvan Bandeira
Continuísta: Luiza Carneiro
Transporte: Henrique Vovozona
Edição de Som e Mixagem: Lincoln Zani
Arte e design cartaz: Márcio de Andrade
Edição e Finalização:
Dirceu Lustosa

Elenco: Andréa Schiavone, Michele Capri, Adriana Rabelo, Helga Nemeczyk, André Ramiro, Erom Cordeiro, Gustavo Maranhão, Neuza Rodrigues e Did Raychal.

Sinopse:

Júlia, Vanessa, Barbara e Antônia são amigas desde de sempre e nunca existiu nada que, juntas, elas não conseguissem superar. Até que uma notícia avassaladora promete mudar suas vidas. Uma história sobre medo, amor e determinação.

CRÍTICA | CINZAS E CAFÉ
Roteiro
Direção
Elenco
Fotografia
Pós-produção
Trilha Sonora
4.0Pontuação geral
Avaliação do leitor: (0 Votos)

Comentários

comentários