A heroína que agrada a todos os públicos

Agent Carter passa-se logo após o fim da 2ª Guerra que deixou Steve Rogers (Chris Evans) “desaparecido”; inclusive é exatamente assim que a série começa, com a cena da despedida de Rogers com Peggy, do filme Capitão América – O Primeiro Vingador (2011). Com o fim da Guerra os agentes voltam as suas atividades rotineiras e a tão competente em combate agente de inteligência passa a ser secretária na SSR (Strategic Scientific Reserve). A série gira em torno da tediosa missão de Carter em ter de conviver com homens que a veem apenas como viúva do Capitão América ou como uma frágil dama mesmo já tendo provado suas habilidades. Somente quando Howard Stark (Dominic Cooper) lhe dá uma missão é que a vida de Peggy passa a ser mais interessante.

agentcarter1

Hayley Atwell é a Agent Carter

Ela começa a trabalhar secretamente com o agente/mordomo de Stark, Edwin Jarvis (inspiração à inteligência artificial criada por Tony Stark mais a frente), interpretado por James D’Arcy, que demonstra uma preocupação desnecessária com a criadora da futura S.H.I.E.L.D.

A criação de Christopher Markus e Stephen McFeely traz uma trama de ação, com investigação policial e a busca da personagem não só em mostrar que é uma excelente agente, mas em conviver com os homens que não a tratam como tal. Todos os personagens são extremamente necessários na série, todos bem construídos, de forma que conhecemos apenas aquilo que é preciso conhecer em cada um deles, sem exageros. O enredo é muito bem divido entre o elenco, mas o destaque é mesmo de Hayley Atwell, que não deixa dúvidas de que foi a melhor escolha para a primeira heroína da Marvel.

dominic-cooper-coming-back-as-howard-stark-in-agent-carter-season-2

Carter tem que provar competência entre os agentes da série

A cenografia, o figurino, a trilha sonora, enfim, toda a ambientação da série é bem produzida, conseguindo nos inserir de fato na década de 40. Destaco aqui o lar para moças onde Peggy mora com a amiga Angie Martinelli (Lyndsy Fonseca), uma garçonete e aspirante a atriz; e a rádio-novela sobre o romance entre o Capitão América e uma Betty Carver, elemento que mostra-nos ainda mais o teor machista da época.

Agent Carter é uma série encantadora porque pode ser assistida tranquilamente por quem não é fã de carteirinha e não assistiu aos filmes da Marvel; ao mesmo tempo tem informações importantes sobre o que engloba as Fases 1, 2 e 3 do estúdio, principalmente por envolver sutilmente personagens dos filmes.

Infelizmente, foi anunciado o cancelamento da série em maio, pela emissora ABC. Teremos que nos contentar com os oito capítulos da primeira temporada (a segunda ainda não foi lançada na Netflix). Ao menos, foram tão bem elaborados que deixam uma saudade boa e uma torcida enorme para voltarem atrás no cancelamento e, quem sabe, podermos ver mais uma vez Hayley Atwell na personagem que apaixonou não apenas Steve Rogers, mas a todos nós.

 

Ficha Técnica

Agent-Carter-Season-1-Starting-9th-Jan-Every-Friday-10pm-Only-on-Star-World-Premiere-HD AGENT CARTER – 1ª TEMPORADA
Distribuidor/Produtora:  Marvel Television
Gênero: Ação, Espionagem
Classificação Etária: Livre
Data de Lançamento: 2015
Tempo de Duração: 42 minutos, 8 episódios
Direção/Criação: Markus e Stephen McFeely
Produtores: Tara Butters e Michele Fazekas

Elenco:Hayley Atwell , James D’Arcy , Dominic Cooper,  Lyndsy Fonseca, Chad Michael Murray , Enver Gjokaj, Currie Graham,  Lotte Verbeek, Wynn Everett 

SINOPSE:
Agent Carter conta a história Peggy Carter (Hayley Atwell). O ano é 1946, e Peggy se encontra marginalizada quando os homens retornam ao lar após a Guerra. Trabalhando para a SSR (Reserva Científica Estratégica, em inglês), Peggy precisa balancear o trabalho administrativo e missões secretas para Howard Stark, ao mesmo tempo em que leva uma vida solteira após perder o seu amor, Steve Rogers.

AGENT CARTER – Temporada 1 (Crítica)
Direção
Roteiro
Elenco
Direção de Arte
Fotografia
Figurino
Pontos Positivos
  • Elenco
  • Cenografia
3.9Pontuação geral
Avaliação do leitor: (0 Votos)

Comentários

comentários