Além da amizade

Baseado no livro The Revised Fundamentals of Caregiving, em que o autor Jonathan Evison narra sua própria experiência, Amizades Improváveis conta a história de Ben (Paul Rudd, o herói de Homem-Formiga, da Marvel), um escritor que decide abandonar a carreira, após uma tragédia com seu filho e um recente divórcio não consumado, e se torna um cuidador.

Craig Roberts é Trevor e Paul Rudd é Ben

Craig Roberts é Trevor e Paul Rudd é Ben

Após se formar no curso de “cuidadores”, seu primeiro cliente é Trevor (Craig Roberts, do superestimado Submarine), um jovem que possui atrofia muscular e humor negro. Metódico, Trevor acredita que a ajuda de Benjamin deve ser resumida em sua rígida rotina, porém a aproximação dos dois toma proporções além dos muros da casa de Trevor.

No primeiro ato do filme, a passagem de tempo pode não parecer estranha, porém o resultado é uma relação pouco orgânica entre os personagens, sendo constantemente salva pelos bons diálogos e pelas ótimas atuações de Rudd e Roberts. Obviedades como a metáfora entre o embate da cultura norte-americana e britânica e a disfunção emocional entre os protagonistas são bem trabalhadas, ainda que não deixem de ser simples demais para toda a carga emocional que o filme mostra nas telas. No mesmo pacote, entra a mudança na palheta de cores, que fica cada vez mais colorida conforme o amadurecimento emocional e de vida vem sendo desenvolvido.

O tema mais abordado vai além da amizade entre os dois. A falta de coragem e o dom natural de Ben em querer cuidar das pessoas fazem com que a paternidade fale mais alto e as cenas com apelo mais emotivo sempre recaiam nessa temática. Esse, de todos os aspectos abordados, é o mais latente e o mais fácil do público se conectar.

Mais para frente, o filme se torna uma espécie de road trip romântica, ainda vestindo a camisa da estranheza entre as relações. A atuação de Selena Gomez é importante e satisfatória no que se propõe, mas logo perde força assim que o roteiro apresenta seus maiores problemas de elaboração.

Selena Gomez em cena

Selena Gomez em cena

A Netflix vem se empenhando não só em criar conteúdo, mas também nos diferentes gêneros que esses conteúdos podem adotar. Em Amizades Improváveis, encontramos a dramédia típica dos filmes indies que são a sensação da internet, contabilizando milhões de downloads ao longo dos anos de vida online. Desse gênero, além do final aparentemente abrupto de alguns dos personagens, a trilha sonora tem a mesma pegada. Ponto alto no longa.

Por fim, muito acima das tragédias provocadas ou cognitivas, prevalece o poder de transformação, de companheirismo e o cuidado. Amizades Improváveis nos ensina a cuidar dos outros e de nós mesmos. Um bom e saudável feelgood movie.

Ficha Técnica

Amizades Improváveis
AMIZADES IMPROVÁVEIS (Fundamentals of Caring)
Produção: Netflix,
Gênero: Drama, Comédia
Data de Lançamento: 24 de Junho de 2016
Tempo de Duração: 101 minutos
Classificação: 14 anos
Direção: Rob Burnett
Roteiro:  Rob Burnett
Elenco: Paul Rudd, Selena Gomez, Craig Roberts, Jennifer Ehle, Megan Ferguson, Julia Denton, Bobby Cannavale
SINOPSE:
Depois de ter sofrido uma tragédia, Ben torna-se um cuidador para ganhar dinheiro. Seu primeiro cliente, Trevor, tem 18 anos com distrofia muscular. Paralisado emocionalmente e paralisado fisicamente, Ben e Trevor pegar a estrada em uma viagem para os estados ocidentais. As pessoas que recolhem ao longo do caminho irá ajudá-los a testar suas habilidades para sobreviver fora da sua existência calculado. Juntos, eles vêm para compreender a importância da esperança e da necessidade de verdadeira amizade.

NETFLIX | AMIZADES IMPROVÁVEIS (CRÍTICA)
Direção
Roteiro
Fotografia
Elenco
Trilha Sonora
Pontos Positivos
  • Direção de Arte
  • Trilha Sonora
Pontos Negativos
  • Roteiro
3.6Pontuação geral
Avaliação do leitor: (1 Voto)

Comentários

comentários