CRÍTICA | NORMAN: CONFIE EM MIM
Direção
Roteiro
Elenco
Fotografia
Trilha Sonora
3.6Pontuação geral
Avaliação do leitor: (0 Votos)

‘ATÉ QUE PONTO O HOMEM CONSEGUE MANIPULAR PARA CONSEGUIR SEUS INTERESSES?’

No mundo político e dos negócios atualmente é difícil subir e conquistar terreno, as inversões de valores são grandes e os interesses pessoais dominam. Conexões com as pessoas certas são uma escalada com degraus duvidosos e até que ponto o homem consegue manipular para conseguir seus interesses?

Norman Oppenheimer (Richard Gere – Uma Linda Mulher, 1990) é um pequeno empresário judeu tentando subir no meio social fazendo as conexões corretas. Ele acaba apostando no futuro presidente de Israel e joga com homens do alto escalão por meio de troca de favores.  Norman: Confie em Mim é o primeiro filme do diretor Joseph Cedar nos Estados Unidos. É premiado por seus filmes israelenses e até foi indicado a melhor filme estrangeiro com Footnote (2011). Cedar escreve e dirige pela primeira vez grandes atores de Hollywood e traz um mundo de corrupção na política e religiosidade judaica sem trazer vilões ou heróis.

O elenco é o destaque do filme, tem nomes como Dan Stevens (A Bela e a Fera, 2017), Michael Sheen (Masters of Sex, 2013), Steve Buscemi (Boardwalk Empire, 2010) e Richard Gere, que é com certeza o destaque principal. Acostumado a fazer galãs do cinema, Gere traz uma face diferente sua, um personagem um tanto tragicômico, com um fala engraçada e um jeito de andar diferente.

Os grandes momentos de Norman são com certeza suas mentiras e negociações no telefone, a habilidade de mentir acreditando na própria versão é algo que Richard Gere traz com naturalidade. O clima e a atmosfera tragicômica do filme são conduzidos pela trilha sonora instrumental que cresce junto com o personagem.

Apesar de mostrar um lado de corrupção da política e de troca de favores para escalar posições sociais os personagens tem certo carisma e fazem o expectador criar uma ligeira afeição por eles, como Norman e Eshel, Lior Ashkenazi (Nota de Rodapé), que interpreta o presidente de Israel.

Um drama tragicômico mostrando a classe alta política e empresária judaica não é algo que se vê todo dia no cinema e Norman: Confie em Mim traz esse lado com uma grande atuação de Richard Gere sem overacting, mas uma atuação contida e carismática que deu uma nova faceta para o ator que ignorou sua fama de galã para o melhor para o personagem.

Ficha Técnica

NORMAN: CONFIE EM MIM (Norman: The Moderate Rise and Tragic Fall of a New York Fixer)
Distribuidor: California Filmes
Gênero: Drama
Classificação etária: 10 anos
Data de Lançamento: 04 de Maio de 2017
Tempo de Duração: 1h 57min
Direção: Joseph Cedar
Roteirista: Joseph Cedar
Trilha Sonora: Clint Mansell
Produção: Miranda Bailey, David Mandil, Oren Moverman, Caroline Kaplan
Elenco: Richard Gere  (Norman Oppenheimer), Dan Stevens (Bill Kavish), Michael Sheen (Neffe), Steve Buscemi (Rabbi), Charlotte Gainsbourg (Alex), Josh Charles (Taub), Lior Ashkenazi (Eshel), Jay Patterson (Amos Chertoff).

Sinopse:
Norman Oppenheimer (Richard Gere) é o dono de um pequeno negócio. Ele faz amizade com um jovem político em um período complicado da vida. Porém, três anos depois, o político torna-se um influente líder mundial, transformando drasticamente a vida de Norman tanto positivamente quanto negativamente.

Comentários

comentários